Última hora

Em leitura:

Navalny promete não ceder a pressões após ser libertado da prisão


Rússia

Navalny promete não ceder a pressões após ser libertado da prisão

A Rússia libertou esta sexta-feira o líder da oposição, Alexei Navalny, após cumprir uma pena de 25 dias de prisão. Uma libertação longe das câmaras depois das autoridades terem transferido o adversário de Vladimir Putin para outro estabelecimento prisional à última hora. O jovem político tinha sido detido a 12 de Junho e condenado a 30 dias de detenção, posteriormente reduzidos para 25 dias, por organizar um protesto não autorizado contra a corrupção.

“Estou contente por voltar ao trabalho e de ver que tudo continua a funcionar mesmo na minha ausência. Não vou vergar-me a nenhuma pressão e vou mostrá-lo muito em breve”, afirmou Navalny ao chegar aos escritórios da organização de luta contra a corrupção que dirige.

Navalny, que aspira candidatar-se às presidenciais de 2018, foi preso como mais de 2 mil pessoas quando se dirigia para o protesto que reuniu milhares em mais de 100 cidades do país. A saída da prisão ocorre um dia depois da polícia ter efetuado uma rusga na sede de candidatura do político em Moscovo, apreendendo vários computadores e material de campanha.