Última hora

Última hora

Arte confiscada a judeus pelos nazis vai ser exposta na Suíça

Em leitura:

Arte confiscada a judeus pelos nazis vai ser exposta na Suíça

Tamanho do texto Aa Aa

Entre os anos 30 e o fim da Segunda Guerra Mundial, os nazis confiscaram milhares de obras de arte de judeus.

Entre os anos 30 e o fim da Segunda Guerra Mundial, os nazis confiscaram milhares de obras de arte de judeus e toda uma série de pinturas modernas consideradas como degeneradas. Uma parte dessas obras foi encontrada em 2012 no apartamento de Cornelius Gurlitt em Munique. Tinham pertencido ao pai Hildebrand Gurlitt, vendedor de arte confiscada pelos nazis. A coleção vai ser mostrada ao público pela primeira vez, no outono.

“Sabemos o dia exato em que essas obras foram adquiridas por museus alemães, eram propriedade pública desses museus. Em muitos casos, conhecemos o dia exato em que o Hildebrand Gurlitt comprou as obras depois de terem sido confiscadas. A cadeia de aquisições é bem conhecida”, sublinhou Nina Zimmer, diretora do museu de Belas Artes de Berna, na Suíça.

Desde o início, o regime liderado por Adolf Hitler criou um serviço específico para roubar obras, não só na Alemanha como nos países ocupados. Os quadros eram depois vendidos no mercado internacional.

A exposição pode ser visitada a partir de novembro no museu de belas artes, em Berna, na Suíça.