Última hora

Última hora

Banco Mundial e FAO ajudam Maputo a combater desflorestação

Moçambique vai receber 5,2 milhões de euros do Banco Mundial e da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Em leitura:

Banco Mundial e FAO ajudam Maputo a combater desflorestação

Tamanho do texto Aa Aa

Moçambique vai receber 5,2 milhões de euros do Banco Mundial e da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO, sigla em inglês) para fortalecer a gestão sustentável das suas florestas.

O acordo assinado pelas duas instituições insere-se no Projeto de Investimento Florestal Moçambicano, no valor de 41 milhões de euros, que arranca este mês com o objetivo de “travar o ritmo acelerado de deflorestação do país”.

Maputo levantou a 21 de junho a proibição do corte de madeira no território, em vigor desde o início do ano, mas mantém fortes restrições. O governo moçambicano quer pôr fim ao contrabando de madeira, que avalia em mais de 130 milhões de euros.