Última hora

Última hora

Venezuela: oposição promete resistir à constituinte

Galvanizados pela saída de prisão de Leopoldo Lopez, os opositores a Maduro prometem mais resistência

Em leitura:

Venezuela: oposição promete resistir à constituinte

Tamanho do texto Aa Aa

Os opositores de Nicolas Maduro, contrários ao projeto de constituinte, encorajados pela libertação do líder da oposição Leopoldo Lopez prometem mais resistência.

Esta segunda-feira começaram a concentrar-se junto à residência onde Lopez está em prisão domiciliária.

A libertação de Leopoldo Lopez, que tinha sido condenado a 14 anos de prisão, é vista como resultado da pressão das ruas. O advogado, Juan Carlos Gutierrez, recomenda prudência: “Até este momento não conhecemos o conteúdo das restrições impostas pelo Supremo Tribunal de Justiça. De qualquer maneira nós vamos acatá-las. O pedido da defesa ao senhor Lopez e à sua família é que mantenham total e absoluta prudência nas palavras que utilizem”.

Nas ruas de Caracas, os confrontos entre os manifestantes e as forças da ordem prosseguiram como nos últimos cem dias. O objetivo é pressionar o governo para deixar cair o projeto de constituinte. Também a Igreja Católica venezuelana pediu hoje a Nicolas Maduro que desista de convocar uma Assembleia Constituinte para resolver a crise profunda em que o país está mergulhado.