Última hora

Última hora

Turquia abate cinco alegados membros do EI em operação antiterrorista

As autoridades turcas tinham sido acusadas no passado de fornecer armas ao grupo islamita.

Em leitura:

Turquia abate cinco alegados membros do EI em operação antiterrorista

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia turca afirma ter morto cinco alegados membros do grupo Estado Islâmico (EI) durante uma operação antiterrorista no distrito de Meram, na região de Konya, no centro do país.

As autoridades afirmam que os homens estariam a preparar um atentado para o dia 15, o aniversário do golpe militar falhado de há um ano.

Pelo menos quatro polícias teriam ficado feridos durante confrontos com alguns dos suspeitos, durante rusgas efetuadas em cerca de 10 moradas. Cinco metrelhadoras Kalashnikov assim como uma pistola foram apreendidas durante a operação.

O governo de Ancara, acusado no passado de fornecer armas ao grupo islamita, afirma ter detido mais de 5 mil combatentes do EI e extraditado 3.290 quando o país permanece a principal porta de entrada para a Síria de milhares de jihadistas estrangeiros.

Uma guerra contra o terrorismo que, no visor de Ancara, inclui os militantes islamitas, mas também os separatistas curdos do PKK e mesmo os alegados “Gulenistas” acusados de participarem e apoiarem o golpe falhado de há um ano.