This content is not available in your region

Morreu o chinês Liu Xiaobo, Prémio Nobel da Paz em 2010

Access to the comments Comentários
De  Miguel Roque Dias  com REUTERS; LUSA
Morreu o chinês Liu Xiaobo, Prémio Nobel da Paz em 2010

<p>Morreu Liu Xiaobo. </p> <p>O dissidente chinês faleceu, esta quinta-feira, aos 61 anos. </p> <p>O anúncio foi feito pelas autoridades de Shenyang, no nordeste da China, onde o Prémio Nobel da Paz de 2010 estava hospitalizado para ser tratado a um cancro do fígado.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Breaking: Liu Xiaobo Dies in Custody. Find our statement, and previous work and background here: <a href="https://t.co/npO0Pz01mv">https://t.co/npO0Pz01mv</a> <a href="https://t.co/qJ9t7QvlKc">pic.twitter.com/qJ9t7QvlKc</a></p>— Human Rights Watch (@hrw) <a href="https://twitter.com/hrw/status/885498028357976064">July 13, 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>De acordo com o hospital, Xiaobo sofreu uma falência múltipla dos órgãos.</p> <p>Liu Xiabo foi condenado a 11 anos de prisão, em 2009, por “incitamento à subversão do poder do Estado”.</p> <p>Recentemente, tinha sido colocado em liberdade condicional por razões de saúde.</p> <p>Foi o primeiro Prémio Nobel a morrer privado de liberdade desde o pacifista alemão Carl von Ossietzky, que morreu em 1938 num hospital quando estava detido pelos nazis.</p> <p><em><span class="caps">COM</span>: <span class="caps">REUTERS</span>; <span class="caps">LUSA</span></em></p>