Última hora

Última hora

Mahmud Abbas condena ataque que matou dois polícias israelitas

Ataque foi levado a cabo por três árabes israelitas na Cidade Velha de Jerusalém.

Em leitura:

Mahmud Abbas condena ataque que matou dois polícias israelitas

Tamanho do texto Aa Aa

Com Lusa e Wafa

O presidente palestiniano, Mahmud Abbas, e o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, falaram por telefone depois do ataque na Cidade Velha, em Jerusalém-Leste.

Mahmud Abbas condenou o ataque e manifestou a “rejeição de todos os atos de violência, seja de que origem forem, especialmente em locais de culto”, segundo a agência de informação palestiniana, Wafa.

Dois polícias israelitas foram mortos a tiro em e um terceiro ficou ferido num ataque levado a cabo por três árabes israelitas, abatidos pelas forças de segurança no local.

Os atacantes abriram fogo contra a polícia perto da Porta do Leão, junto à Esplanada das Mesquitas, o local mais sagrado para os judeus e o terceiro mais sagrados para os muçulmanos.

Após os disparos, um dos atacantes entrou para o pátio da Esplanada das Mesquitas e foi atingido a tiro pela polícia. Todos os três atacantes acabaram mortos pelas forças de segurança israelitas.