This content is not available in your region

Moscovo responde aos EUA

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira
Moscovo responde aos EUA

<p>A Rússia promete medidas de retaliação no que diz respeito aos <span class="caps">EUA</span>. No ano passado, ainda na administração Obama, vários funcionários da embaixada russa, em Washington, foram expulsos. Na sequência de um ataque de um polícia a um diplomata americano, em Moscovo. A porta-voz da Diplomacia russa diz que a resposta é tardia mas que chegará: </p> <p>“A embaixada dos <span class="caps">EUA</span> em Moscovo tem, consideravelmente, mais funcionários que a nossa em Washington. Portanto, uma das opções, para além de uma deportação idêntica dos americanos, seria, simplesmente, igualar o número de funcionários”, adiantou Mariya Zakharova que afirmou ainda que Moscovo não gostaria de tomar medidas extremas mas que se os <span class="caps">EUA</span>, que consideram um parceiro, não mudarem de posição será isso que acabará por acontecer. </p> <p>Trinta e cinco funcionários do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia, suspeitos de espionagem, foram forçados a deixar os <span class="caps">EUA</span>, com suas famílias, em 2016. </p> <p>Depois disso surgiu a informação de que Moscovo teria influenciado o resultado das presidenciais dos <span class="caps">EUA</span>. Questão, para além de alimentar a polémica, aumentou o mal-estar entre os dois países.</p>