Última hora

Última hora

Os vitrais "shebeke" de Sheki

Em leitura:

Os vitrais "shebeke" de Sheki

Tamanho do texto Aa Aa

Postais do Azerbaijão - vamos à descoberta do Palácio dos Khans em Sheki e dos seus surpreendentes vitrais "shebeke".

Postais do Azerbaijão – vamos à descoberta do Palácio dos Khans em Sheki e das suas surpreendentes janelas, símbolo da tradição “shebeke”. Trata-se de uma arte que remonta ao século 18, consistindo na inserção de vitrais em molduras de carvalho ou nogueira.

Alguns elementos-chave sobre o Azerbaijão:

  • Tem como países vizinhos o Irão, a Arménia, a Geórgia e a Rússia
  • A área total é de 86,600 quilómetros quadrados
  • Idiomas: azeri e russo
  • Tem uma população de 9,6 milhões
  • A capital é Baku
  • A esperança média de vida é de 68 anos (homens) e 74 anos (mulheres)
  • Exportações: petróleo e derivados

As janelas integram mais de 14 mil peças individuais, que se mantêm unidas sem cola, nem pregos. É todo um trabalho feito de paciência. No tempo da Rota da Seda, os mercadores azeris trocavam especiarias e sedas para obter vidro de Murano destinado à elaboração dos vitrais.

“Basta um erro ínfimo para deitar tudo a perder”

“Um metro quadrado leva seis meses a fazer. Basta um erro ínfimo para deitar tudo a perder. A restauração do palácio levou 2 anos”, diz-nos o mestre Tofig Rasulov.

E, apesar do passar dos anos, a robustez dos ‘shebeke’ permanece.