Última hora

Berlim confirma a morte de turistas alemãs no Egito

O governo alemão confirmou, sábado, a morte de duas turistas alemãs esfaqueadas, sexta-feira, na estância egípcia de Hurghada, no Mar Vermelho.

Em leitura:

Berlim confirma a morte de turistas alemãs no Egito

Tamanho do texto Aa Aa

O governo alemão confirmou, sábado, a morte de duas turistas alemãs esfaqueadas, sexta-feira, na estância egípcia de Hurghada, no Mar Vermelho.

O homicída, um homem na casa dos 20 anos, entrou na zona privada do hotel Zahabia depois de ter nadado desde uma praia pública nas imediações.

“As duas mulheres estavam no hotel. Ele dirigiu-se aos estrangeiros e matou-as. Depois, o individuo foi para um hotel aqui ao lado e entrou. Ali, encontrou mais cinco estrangeiros que esfaqueou e deixou feridos,” revelou o comerciante Rafik Roshidi.

O homicida acabou por ser preso após o segundo ataque no “resort” Sunny Days El Palacio.

Este foi o primeiro grande atentado contra turistas estrangeiros desde uma agressão similar no mesmo resort há mais de um ano. O ataque aconteceu no momento em que o Egito luta para reanimar a indústria do turismo, prejudicada por ameaças à segurança e anos de agitação política