Última hora

Em leitura:

Antes do deserto de Gobi, pausa no Rali Rota da Seda


Desporto

Antes do deserto de Gobi, pausa no Rali Rota da Seda

Domingo foi dia de descanso no Rali Rota da Seda. Em Urumqi, os pilotos e copilotos puderam recarregar as baterias antes dos últimos seis dias de competição, que prometem ser bastante intensos, especialmente nas dunas de areia do Deserto de Gobi.

Enquanto as tripulações fazem a pausa e as equipas preparam a estratégia para a segunda semana, os mecânicos tentam recuperar as viaturas e jogam mãos ao trabalho.

Para o australiano Adrian Di Lallo, aos comandos de Isuzu MU-X, a ajuda dos mecânicos chegou num momento crucial: “Ontem, demos uma pancada muito violenta numa lomba gigante, o que provocou alguns estragos e obrigou-nos a parar. Tivemnos de improvisar com umas faixas e cordas para podermos continuar. Decidimos não receber assistência e avançar muito devagar. E acabamos por conseguir chegar por nossa conta.”

Na primeira semana foram percorridos aproximadamente 5.600 quilómetros.

Para já, nos carros, Sébastien Loeb, em Peugeot, está na frente. Nos camiões, Dmitry Sotnikov, em Kamaz, é quem ocupa a primeira posição.

Segunda-feira acontece a nona etapa, com 421 quilómetros liga Urumqi a Hami

Quando ainda faltam mais de 4000 quilómetros para chegar à meta final em Xi’An … tudo pode acontecer.