Última hora

Última hora

Camboja festeja novo "tesouro mundial"

Em leitura:

Camboja festeja novo "tesouro mundial"

Tamanho do texto Aa Aa

O Camboja prepara-se para festejar esta segunda-feira a inclusão dos templos de Sambor Prei Kuk na lista do Património Mundial da UNESCO.

O complexo, construído no século VII, conta com mais de meia centena de templos espalhados por uma área de 2.000 hectares de floresta.

Um vestígio do império Chenla, dedicado à deusa hindu Shiva e um símbolo do nascimento da cultura Khmer que virou a página sobre a influência da Índia na região.

Segundo o responsável da segurança do Templo e chefe da comunidade Khmer, Sem Norm:

“Estou muito contente com esta decisão. Este templo esteve abandonado durante muito tempo, mas começámos a reabilitá-lo em 1994 até hoje e agora foi incluído na lista da UNESCO. Espero que o nosso povo beneficie muito disto e quero agradecer aos nossos antecessores que construiram e preservaram este templo para as próximas gerações”.

O reconhecimento da UNESCO faz prenunciar um novo recorde de visitas turísticas para o país, que deverá acolher este ano mais de 5,5 milhões de visitantes.

Alguns historiadores afirmam temer o impacto sobre o sítio arqueológico quando o país conta com outros dois sítios históricos na lista do Património Mundial, entre os quais os célebres templos de Angkor Wat.

O governo do Camboja vai organizar esta segunda-feira uma cerimónia na capital para assinalar o novo “tesouro mundial” do país.