Última hora

Última hora

Ursinho Pooh banido das redes sociais chinesas

O presidente Xi Jinping foi várias vezes comparado ao ursinho Pooh, uma personagem que é apresentada como pouco inteligente.

Em leitura:

Ursinho Pooh banido das redes sociais chinesas

Tamanho do texto Aa Aa

O carismático ursinho Pooh foi banido das redes sociais chinesas. No Weibo, equivalente chinês do Twitter, as publicações que mostrem ou mencionem a personagem são censuradas.

O Finantial Times, o primeiro jornal a contar a história, afirma que não foi dada uma justificação oficial para o sucedido mas avança uma explicação.

O presidente Xi Jinping foi várias vezes comparado ao ursinho Pooh, uma personagem que é apresentada como pouco inteligente.

Um professor universitário chinês citado pelo Finantial Times afirma que antes havia na China duas coisas coisas proibidas, as organizações políticas e as ações políticas e que agora “há uma terceira proibição, falar do presidente”.

A primeira comparação entre o presidente chinês e o urso Pooh data de 2013. Durante um encontro com o presidente norte-americano, Xi Jinping foi associado ao urso enquanto Barack Obama, grande e magro, foi comparado ao Tigre. Um ano depois o presidente japonês Shinzo Abe foi comparado ao burro triste, amigo de Pooh.

En 2015, a foto mais censurada na China foi a do ursinho num carro, uma referência jocosa ao desfile em que Xi Jinping se encontrava de pé dentro do carro.