Última hora

Condenações no caso "Máfia Capital"

Os 46 réus do caso "Máfia Capital", rede criminosa que atuava no âmbito empresarial e político, em Roma, foram condenados a penas entre seis e 20 anos de prisão, houve cinco absolvições.

Em leitura:

Condenações no caso "Máfia Capital"

Tamanho do texto Aa Aa

Os 46 réus do caso “Máfia Capital”, rede criminosa que atuava no âmbito empresarial e político, em Roma, foram condenados, em primeira instância, a penas entre seis e 20 anos de prisão, houve cinco absolvições. Sobre Massimo Carminati, o principal acusado, recaiu a pena mais pesada. O seu braço direito, Salvatore Buzzi, foi condenado a 19 anos de prisão. Mas o tribunal considerou não haver indícios de associação mafiosa:

“Durante quase três anos, foi sugerido que ele era um mafioso e hoje, finalmente, fica claro: segundo o tribunal ele não é um mafioso”, afirmou Alessandro Diddi, advogado de Salvatore Buzzi.

Massimo Carminati, de 59 anos, é um antigo militantes de extrema-direita, que ficou cego de um olho após uma troca de tiros com a polícia, em 1981. Chegou a ser condenado a quatro anos de prisão por cumplicidade num roubo ao Banco de Roma, foi aliás considerado o cérebro desta ação.

No processo cujo desfecho se conheceu esta quinta-feira, o seu braço direito, Salvatore Buzzi, foi sentenciado a 19 anos de prisão.