Dark Web: menos dois sítios de ilegalidade online

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Dark Web: menos dois sítios de ilegalidade online

<p>Esforços conjuntos das polícias americana e europeia redundaram no encerramento de dois importantes sítios da chamada <em>dark web</em>.</p> <p>Alphabay e Hansa eram abastecedores na internet de drogas, produtos contrafeitos, armas, dados pessoais roubados, vírus informáticos, entre outros items ilegais.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr"><a href="https://twitter.com/hashtag/BREAKING?src=hash">#BREAKING</a> Largest criminal marketplaces on the DarkWeb <del>AlphaBay & Hansa</del> shut down in global law enforcement action <a href="https://t.co/A1kyA78v6u">https://t.co/A1kyA78v6u</a> <a href="https://t.co/CsYc9ymnIO">pic.twitter.com/CsYc9ymnIO</a></p>— Europol (@Europol) <a href="https://twitter.com/Europol/status/888037122371989504">July 20, 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>Wilbert Paulissen, do Departamento de Investigação Criminal holandês declarou em conferência de imprensa: “O essencial é que nós enquanto força policial, e com o departamento de justiça, conseguimos apoderar-nos completamente do <em>website</em> Hansa e está sob nosso total controlo.”</p> <p>No AlphaBay, foram identificados mais de 40 mil vendedores com cerca de 250 mil ofertas de drogas e químicos ilegais, segundo a Europol. </p> <p>Jeff Sessions, Procurador-Geral dos Estados Unidos, também prestou declarações públicas sobre aquilo que classificou como uma das maiores operações de deteção e neutralização na <em>dark web</em>: “Que fique claro: as forças da lei e da justiça enfrentam desafios de criminosos e de organizações criminosas transnacionais que pensam poder cometer crimes com impunidade no lado obscuro do online.”</p> <p>O fundador do Alphabay era um cidadão canadiano de 25 anos, preso em Julho na Tailândia e que se suicidou. </p> <p>Utilizando o serviço Tor para garantir anonimato e fazendo as transações em <em>bitcoin</em> para impedir rastreio financeiro, o Alphabay era dez vezes maior que o Silk Road, um sítio online similar fechado em 2013 pelas autoridades.</p>