Última hora

André Silva celebra estreia pelo AC Milan com goleada a Renato Sanches

Ex-avançado do FC Porto cumpriu os primeiros minutos em jogo de preparação diante dos bávaros, enquanto o ex-Benfica pode ter feito os últimos pelos "bávaros."

Em leitura:

André Silva celebra estreia pelo AC Milan com goleada a Renato Sanches

Tamanho do texto Aa Aa

A estreia do português André Silva pelo rejuvenescido AC Milan, de Itália, coincidiu com uma goleada inesperada (4-0) sobre os alemães do Bayern de Munique, de Renato Sanches. O jogo de preparação fez parte do programa da manga asiática do torneio de pré-temporada “International Champions Cup”, que também se desenrola nos Estados Unidos.

Com os portugueses a entrarem em campo apenas ao intervalo, foi o médio costa-marfinense Franck Kessié, de 20 anos, quem abriu o marcador ao quarto de hora de jogo para os italianos, num lance de insistência.


A defesa dos germânicos, com os experientes Matts Hummels e Davia Alaba no centro, esteve em dia não nesta partida jogada em Shenzhen, na China.


Aos 25 minutos, o italiano Patrick Cutrone foi deixado à vontade na área e cabeceou para o 2-0, na sequência de um livre da meia esquerda. Ainda antes do intervalo, o jovem avançado de 19 anos voltou a ser deixado solto pelos centrais bávaros “na cara do golo” e bisou.

André Silva, de 21 anos, e Renato Sanches, de 19, entraram ao intervalo, tal como o colombiano ex-FC Porto James Rodríguez, a nova estrela do conjunto bávaro orientado por Carlo Ancelotti, mas viria a ser outro suplente, o turco Hakan Calhanoglu, aos 85 minutos, a fechar o marcador nos 4-0 a favor do AC Milan.


O ex-avançado dos vice-campeões portugueses celebrou assim da melhor forma a estreia pelos “rossoneri”, enquanto o antigo médio do Benfica pode ter feito o último jogo pelo Bayern.

Depois de uma época para esquecer, os alemães têm sobre a mesa o empréstimo de Renato Sanches, com o AC Milan entre os eventuais interessados.


Vincenzo Montella, o treinador dos “rossoneri”, falou no final da partida do médio campeão europeu há um ano por Portugal, descreveu-o como “um jogador muito jovem e com muito talento”, mas recusou “falar de transferências.”

Na véspera, no lançamento do jogo com os italianos, Carlo ancelotti, o atual treinador do Bayern de Munique e uma das figuras consagradas da história dos “rossoneri”, admitiu estar “a trabalhar para que também Renato Sanches seja adepto do AC Milan.”