Última hora

Em leitura:

Sismo faz habitantes de Kos dormirem na rua


Grécia

Sismo faz habitantes de Kos dormirem na rua

O medo de mais réplicas fez com que centenas de turistas e habitantes da ilha grega de Kos dormissem esta noite nas ruas, um dia após o violento sismo que atingiu a região do Mar Egeu.

O tremor de terra de 6.5, na escala de Richter, provocou a morte de dois turistas e mais de uma centena de feridos.

Vários edifícios ficaram danificados.


“Agora dormimos cá fora. Temos medo de outro sismo. Temos de ter paciência. Os nossos filhos dormem no carro e nós dormimos aqui na rua”, conta um dos habitantes de Kos.

Kos, é uma ilha turística, com uma população de cerca de 30.000 pessoas e acolhe, atualmente cerca de 3000 refugiados em acampamentos, hotéis e apartamentos mantidos pelo Governo grego e pela Agência da da Organização das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

“Há dois anos, no verão de 2015, no pico da crise migratória era nesta praça que dezenas de refugiados e migrantes dormiam. Esta noite, depois do sismo, é nesta praça que turistas e habitantes de Kos dormem pois temem ficar dentro dos edifícios” conta o enviado da euronews a Kos, Michalis Arampatzoglou.


Parlamento polaco ignora avisos da UE e aprova lei controversa

Polónia

Parlamento polaco ignora avisos da UE e aprova lei controversa