Última hora

A transportadora aérea irlandesa, low-cost, Ryanair apresentou uma oferta, não vinculativa, para a compra da companhia aérea Alitalia.

A transportadora italiana passa pelo segundo processo de falência em dois anos.

Para a Ryanair esta é uma possível ação estratégica já que, e como explica o responsável financeiro da empresa, é preciso começar a fixar as ligações para 2019 e não se sabe o que o Brexit vai trazer. Se o Reino Unido vai continuar a voar no espaço aéreo europeu da mesma forma que até aqui.

Em junho, o diretor executivo da companhia, tinha dito que para a empresa irlandesa investir teria que deter uma participação maioritária. Itália é um mercado importante e que a Rayanir domina. Segundo o diretor financeiro, ela tem 30 por cento do mercado e oportunidades crescentes.

A empresa italiana registou perda líquida de 199 milhões de euros em 2015, o último ano em que foi divulgou o seu balanço financeiro.