Última hora

Em leitura:

A nova batalha dos pais de Charlie Gard


Reino Unido

A nova batalha dos pais de Charlie Gard

Os pais do bebé Charlie Gard regressaram esta terça-feira aos tribunais britânicos para tentar que a criança de 11 meses, hospitalizada em estado terminal, possa regressar a casa.

Um desejo rejeitado pelos médicos que sublinham a falta de condições para continuar a fornecer cuidados paliativos, face à impossibilidade de instalar uma máquina de assistência respiratória no interior do apartamento dos pais.

O hospital propôs como alternativa a remoção do bebé, que sofre de uma doença genética rara, para uma residência medicalizada. Os pais rejeitam para já a nomeação de um mediador para tentar encontrar uma solução.

Na segunda-feira, os progenitores tinham abandonado um processo nos tribunais para tentar que a criança fosse submetida a um tratamento experimental no estrangeiro.

O Papa voltou ontem a pronunciar-se sobre o caso, desta vez para pedir aos fiéis católicos que rezem pelo pequeno Charlie. Num comunicado, a Santa Sé afirma sentir-se “próxima” da família num momento de “imenso sofrimento”.