This content is not available in your region

Construtoras de automóveis não querem perder o elétrico

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Construtoras de automóveis não querem perder o elétrico

<p>A <strong>Toyota</strong> desenvolve atualmente um projeto para construir um veículo elétrico, alimentado por uma bateria com níveis de autonomia nunca antes alcançados, ao mesmo tempo que procura tempos de recarga mais reduzidos. </p> <p>A japonesa esperar colocar o carro no mercado em cinco anos, tendo em conta uma apertada concorrência, sempre atenta.</p> <p>Um passo à frente que quer estar também a <strong><span class="caps">BMW</span></strong>. A marca bávara anunciou que o novo Mini elétrico vai ser produzido em Oxford, no Reino Unido, a partir de 2019.</p> <p>Várias localizações foram tidas em conta, como os Países Baixos e a Alemanha, mas o Mini elétrico vai mesmo ser produzido no pais de origem.</p> <p>A corrida aos elétricos já chegou à alta competição, pelo menos, na Alemanha. A Mercedes anunciou que vai deixar o campeonato de turismo alemão no próximo ano. A alemã junta-se à chamada <strong>Formula E</strong> na temporada 2019/2020.</p>