Última hora

Em leitura:

Reino Unido anuncia "guerra" aos carros poluentes


Economia

Reino Unido anuncia "guerra" aos carros poluentes

O Reino Unido pretende acabar em 2040 com a venda de carros novos a gasolina e gasóleo. O objetivo é reduzir a poluição do ar e pode precipitar o fim dos carros movidos a combustíveis fósseis em prol dos veículos elétricos.

O plano do governo de Theresa May surge na mesma linha do já manifestado pela França, tem o Acordo de Paris e o consequente combate coordenado de mais de 190 países contra as alterações climáticas.


O ministro britânico do ambiente sublinha ser “crucial os governos locais e central trabalharem juntos” na implementações das novas medidas. “Os governos locais serão informados da solução ideal e quais as cidades afetadas. O governo central terá o dinheiro e o conhecimento para ajudar”, explicou Michael Gove.


Nos próximo oito anos, os presidentes de câmara de Paris, Madrid e Atenas pretendem banir por completo os carros a “diesel” (gasóleo) do centro das respetivas cidades. Londres não parece ainda tão determinada, mas este plano agora anunciado por Michael Gove aos microfones da BBC Radio é um primeiro passo para o objetivo de que em 2050 quase todos os carros no Reino Unido deixem de produzir emissões poluentes.

Já a tantar adaptar-se ao futuro rodoviário, a Volvo pretende passar a produzir, a partir de 2019, apenas veículos híbridos e elétricos. Para a mesma altura, a BMW também revelou o plano de, na fábrica de Oxford, passar a produzir apenas a versão elétrica do famoso Mini.