Última hora

Em leitura:

Muçulmanos festejam "vitória" na esplanada das mesquitas


Israel

Muçulmanos festejam "vitória" na esplanada das mesquitas

As autoridades muçulmanas de Jerusalém levantaram esta manhã o bloqueio à esplanada das mesquitas, depois de Israel ter cedido à pressão internacional e a duas semanas de protestos violentos.

O presidente palestiniano Mahmoud Abbas somou-se esta manhã ao apelo dos líderes religiosos aos fiéis para que voltem a rezar no interior do recinto.

Segundo Abdel Azim Salhab, presidente do Conselho do Waqf, o organismo religioso que administra a esplanada:

“O relatório do comité técnico confirma que os obstáculos que as forças de ocupação tinham colocado fora dos portões da mesquita de Al-Aqsa e nas estradas nos arredores foram removidos e isto é uma vitória para o nosso povo e para os esforços que foram feitos para remover estas barreiras”.

A polícia retirou durante a noite as câmaras de vigilância na base da discórdia, consideradas como uma violação do estatuto do local santo, sob administração da Jordânia.

O regresso dos fiéis à oração do meio-dia foi saudado pela Jordânia como “uma etapa rumo à acalmia da situação”.

O presidente palestiniano rejeitou no entanto anunciar para já a retoma da cooperação com Israel ao nível da segurança, suspensa durante a crise, manchada pela morte de cinco palestinianos.