Última hora

Em leitura:

Juíz britânico decide que Charlie Gard fica em Unidade de Cuidados Paliativos


Reino Unido

Juíz britânico decide que Charlie Gard fica em Unidade de Cuidados Paliativos

Charlie Gard deverá ficar numa unidade de cuidados paliativos para doentes terminais, onde passará as últimas horas de vida. O bebé britânico de onze meses sofre de uma doença rara.

A máquina que o mantém o bebé a respirar será desligada em breve, como desejava o hospital onde se encontrava a criança.

A decisão é de um juíz britânico e segue-se a uma longa batalha judicial entre os pais da criança e o hospital londrino.

A batalha judicial começou em abril, quando o hospital de Great Ormond Street tomou a decisão de desligar a ventilação artificial do bebé.

Os pais de Charlie recorreram à justiça, mas os tribunais deram razão aos médicos, apesar dos constantes recursos interpostos pelos pais.

O caso mereceu a intervencao do Papa Francisco e do presidente dos Estaods Unidos, Donald Trump, que disse estar disposto a receber charlie para um tratamento experimental, desejado pelos pais.