Última hora

Em leitura:

Dois amigos à procura de Bud Spencer no grande ecrã


cinema

Dois amigos à procura de Bud Spencer no grande ecrã

Bud Spencer é uma das grandes figuras da história da sétima arte, em vários sentidos. Entre os muitos fãs que foi somando ao longo da carreira, há dois especiais. Um deles surdo e que apenas conhece o ator pela voz.

São os protagonistas de “Sie nannten ihn Spencer”, o documentário romantizado pelo realizador Karl-Martin Pold que em Portugal poderá eventualmente vir a ser intitulado “Chamavam-lhe Spencer.”

O filme relata a aventura de dois amigos, que tem em comum a admiração por Bud Spencer e que partem numa aventura pela Europa à procura do ator italiano, cujo nome verdadeiro é Carlo Pedersoli.

“Como os dois protagonistas estão a realizar uma viagem para concretizarem um sonho, eles nunca desistem. Penso que é uma lição de vida que se pode retirar do filme: devemos romper com a rotina do dia-a-dia e fazer uma loucura porque é ótimo ter sonhos. Essa é também um pouco a mensagem deste filme: realizar os sonhos”, assume o realizador.


Bud Spencer, ou melhor Carlo Pedersoli, morreu a 27 de junho do ano passado, em Roma, pouco depois de ter sido terminada a produção deste filme documentário.

Terence Hill, o companheiro quase inseparável de Bud Spencer no gande ecrã, foi uma das estrelas que ajudou a concretizar esta produção independente, financiada por “crowd funding” (fundos anónimos), que acaba de estrear na Alemanha e na Áustria, e que tem a ambição de saltar fronteiras para lá destes dois países germânicos.



Escolhas do editor

Artigo seguinte
"Icarus", os segredos do maior escândalo de doping do novo milénio

cinema

"Icarus", os segredos do maior escândalo de doping do novo milénio