Última hora

Tribunal Supremo do Paquistão dá força à oposição

Milhares de paquistaneses reuniram-se em Islamabad, domingo, numa manifestação de apoio ao líder da oposição Imran Khan. Na semana passada, o ex-primeiro-ministro, Nawaz Sharif, renunciou ao cargo após ser inabilitado pelo Tribunal Supremo.

Em leitura:

Tribunal Supremo do Paquistão dá força à oposição

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de paquistaneses reuniram-se em Islamabad, domingo, numa manifestação de apoio ao líder da oposição Imran Khan.

Na semana passada, o ex-primeiro-ministro, Nawaz Sharif, renunciou ao cargo após ser inabilitado pelo Tribunal Supremo.

Comemorando o veredicto que expulsou Sharif do cargo de primeiro-ministro, Khan disse que os cinco juízes do Supremo deram esperança ao Paquistão: “O Tribunal deu-nos esperança no Paquistão. Foi feito o trabalho com que sonhei para um novo Paquistão. O Tribunal lançou as bases para um novo Paquistão.”

O Supremo considerou que o ex-primeiro-ministro não tinha condições para exercer o cargo após ser visado nos Papéis do Panamá em 2016.

Contudo, Nawaz Sharif continua à frente da Liga Muçulmana do Paquistão que tem a maioria no Parlamento onde, terça-feira, deve ser escolhido o primeiro-ministro interino. Nawaz já disse que quer o seu irmão, Shehbaz Sharif, como sucessor no cargo mas, até às eleições do próximo ano, o ex-ministro do Petróleo, Shahid Khaqan Abbasi é o escolhido de Nawaz para primeiro-ministro interino.