Última hora

Usain Bolt e o "adeus" às pistas

O "homem relâmpago" já está em Londres, em contagem decrescente para o arranque dos Mundiais de Atletismo, a 4 de agosto.

Em leitura:

Usain Bolt e o "adeus" às pistas

Tamanho do texto Aa Aa

Usain Bolt, o “homem relâmpago”, já está em Londres, em contagem decrescente para o arranque dos Mundiais de Atletismo, a 4 de agosto, e para o início da despedida das pistas.

O velocista jamaicano participará na prova dos 100 metros e na estafeta de 4×100 metros.

“Estou pronto, sempre preparado. Entusiasmo-me sempre que chego a um campeonato. Por fim cheguei aqui e tenho essa sensação. Estou muito entusiasmado e ansioso. Por alguma razão, outra vez, volto a ser o rival mais fácil”, disse Bolt.

Durante uma conferência de imprensa Bolt, o maior nome de sempre da velocidade em pista, mostrou-se motivado a fazer história: “Nenhum atleta desejará vez alguma que lhe tirem o recorde do mundo. Não quero que isso aconteça. Quero poder dizer aos meus filhos, quando tiverem 15 ou 20 anos, que continuo a ser o melhor. Por isso espero que não me tirem o recorde.”

Esta será a derradeira competição para o velocista que como sempre é o rival a bater.

Usain Bolt confessou que fez tudo o que queria no atletismo. Quem sabe se poderá dar cartas na outra paixão: o futebol. Bolt já disse, em tom de brincadeira, estar à espera de ser chamado pelo Manchester United de José Mourinho.