Última hora

Em leitura:

Secretário de Estado norte-americano quer dialogar com Pyongyang


Coreia do Norte

Secretário de Estado norte-americano quer dialogar com Pyongyang

Os Estados Unidos não procuram derrubar o regime da Coreia do Norte e, em determinado momento, gostariam de dialogar com Pyongyang, mas apenas segundo o entendimento que nunca poderá ser uma potência nuclear, afirmou, terça-feira, o secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson.

“Estamos a tentar transmitir aos norte-coreanos que não somos o seu inimigo. Não somos a sua ameaça, mas eles apresentam-se como uma ameaça inaceitável para nós, e nós temos de responder. Esperamos que a dado momento eles comecem a entender isso,” declarou Rex Tillerson, em Washington.

Depois do senador republicano Lindsay Graham afirmar que o Presidente dos Estados Unidos lhe disse que estava disposto a uma guerra com a Coreia do Norte, a porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, foi questionada, durante uma conferência de imprensa, sobre a posição de Donald Trump em relação à Coreia do Norte.

“O Presidente, obviamente, tem sido muito sincero sobre como se sente quanto à Coreia do Norte. Estamos a acompanhar e mantemos todas as opções na mesa. Tal como já dissemos várias vezes, não vamos divulgar o que vamos fazer até que isso aconteça,” respondeu a porta-voz da Casa Branca.

Apesar de todas as opções de Donald Trump incluírem as militares, a necessidade de uma solução diplomática é enfatizada pelo poder de retaliação da Coreia do Norte sobre a Coreia do Sul, o Japão e as tropas norte-americanas que se encontram na região.