Última hora

Sporting joga "milhões" na Roménia, Sp. Braga a Europa na Islândia

Os "leões" foram cabeças de série no sorteio e calharam em sorte ao FCSB (ex-Steaua de Bucareste); também na Liga Europa, o Marítimo enfrenta o Dinamo de Kyiv.

Em leitura:

Sporting joga "milhões" na Roménia, Sp. Braga a Europa na Islândia

Tamanho do texto Aa Aa

O Sporting vai jogar o acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões diante dos romeno do FCSB. O histórico clube anteriormente conhecido como Steaua de Bucareste foi campeão europeu há cerca de 30 anos, mas tem andado longe dos sucessos internacionais de outrora.

A nível interno, o clube manteve-se no topo, mas teve de mudar de nome após uma batalha legal contra o Ministério da Defesa devido a um alegado uso indevido da designação.


No atual plantel dos romenos há um português, Filipe Teixeira, habitual titular. O adversário do Sporting vai chegar à primeira mão do “play off” com mais seis oficiais do que os portugueses, uma vez que o campeonato romento já começou e os “leões” apenas se estreiam este domingo com o Desportivo das Aves.

“Temos de respeitar todos os adversários, e tal como o presidente Bruno de Carvalho já havia referido, os nomes não ganham jogos. Mas creio ter sido um sorteio positivo para o Sporting”, disse o diretor para o futebol André Geraldes, que representou o Sporting no sorteio que decorreu Suíça.


Mesmo considerando positivo o sorteio, André Geraldes foi cauteloso ao analisar para o jornal do clube a eliminatória com o Steaua Bucareste: “Vamos defrontar uma grande equipa, mas temos condições para marcarmos presença na fase de grupos. Faremos o nosso melhor nos dois jogos”.

O facto de a primeira mão se disputar em Lisboa também foi encarado com otimismo pelo dirigente. “Dar o pontapé de saída diante dos nossos adeptos é muito bom. Têm demonstrado ser verdadeiros catalisadores da equipa, pelo que espero uma enorme moldura humana e uma noite europeia que só o Sporting sabe proporcionar”, sublinhou.

Dos restantes jogos destes “play offs”, destaque para os embates entre o Sevilha, de Daniel Carriço, e os turcos do Istambul Basaksehir, e o dos ingleses do Liverpool contra os alemães do Hoffenheim.


“Playoffs” da Liga Europa
Na Liga Europa, a sorte colocou islandeses e ucranianos no caminho dos emblemas portugueses. O Sporting de Braga vai enfrentar o FH Hafnarfjördur e o Marítimo, o Dinamo de Kyiv.


Para o novo diretor de relações institucionais dos bracarenses, o futebol islandês tem vindo a crescer na qualidade, mas o capitão da equipa do ano passado salienta o objetivo traçado “fosse qual fosse o adversário.”

“Vamos encontrar novamente um adversário numa fase adiantada da sua temporada. Tem sido o clube dominador no futebol islandês, ganhando três dos últimos cinco campeonatos, e já tem muitos jogos europeus acumulados ao longo das últimas épocas”, comentou Alan, citado pela página oficial do clube na Internet.

Ao Marítimo calhou a fava. O treinador Daniel Ramos admite mesmo ter calhado aos madeirenses um dos dois piores adversrios possíveis no sorteio: o Dinamo de Kyiv.

“Em teoria, a par do AC Milan, é a equipa mais forte que nos poderia ter calhado. Além disso, teremos de fazer uma longa viagem, mas, mais que isso, preocupa-nos a valia do adversário”, afirmou, em declarações ao sítio oficial dos insulares na Internet.


Entre as restantes partidas, destaque para os milaneses, a nova equipa de André Silva, que vai lutar pela fase de grupos da Liga Europa diante do s macedónios do Shkëndija, com o primeiro jogo fora e o segundo em casa.

Os franceses do Marselha, do português Rolando, vão defrontar os eslovenos do Domzale; o Apollon, de Chipre, de Bruno Vale e João Pedro, encontram os dinamarqueses do Midtjylland; e os gregos do Panathinaikos, de Zeca e Nuno Reis, jogam com os espanhóis do Athletic Bilbau.


Os russos do Zenit, do central internacional português Luís Neto, que não escapou a um valente susto na eliminatória anterior com os israelitas do Yehuda, vão defrontar os holandeses do Utrech.

Os duelos entre Ajax (Holanda) e Rosenborg (Noruega), Clube Brugge (Bélgica) e AEK Atenas (Grécia), Estrela Vermelha (Sérvia) e Krasnodar (Rússia), e Everton (Inglaterra) e Hadjuk Split (Croácia) concentram as atenções do ‘play-off’ da Liga Europa.

Texto: Lusa
Edição: Francisco Marques