Última hora

Em leitura:

Modelo inglesa raptada em Milão


Itália

Modelo inglesa raptada em Milão

Uma modelo inglesa, de 20 anos, foi drogada e raptada, em Milão, a 11 de julho. Acabou libertada seis dias depois. São várias as teorias sobre a motivação deste crime, mas não há dados concretos e a investigação continua. Sabe-se que o responsável pelo sequestro é Lukasz Pawel Herba, um polaco residente na Grã-Bretanha, detido um dia depois da libertação da modelo:

“O autor desta ofensa muito grave é uma pessoa perigosa. Tenham em mente que ele se apresentou como alguém pronto a arranjar, como ele diz, “soluções permanentes” enquanto assassino contratado ou como elemento de uma organização que trabalha na Dark Web, oferecendo serviços de mercenário, ataques à bomba, sequestros”, explicou Lorenzo Bucossi, responsável da polícia de Milão.

O jornal italiano Corriere della Sera escreve, e cita documentos judiciais, que alguém terá dito à jovem que seria libertada mediante um pagamento de 50 mil euros. Mas os investigadores estarão também a explorar outra teoria a do rapto para leilão on-line, na Deep Web, como escrava sexual.