Última hora

Alemanha preocupada com ovos tóxicos

As autoridades belgas afirmam que não há risco para a saúde dos consumidores.

Em leitura:

Alemanha preocupada com ovos tóxicos

Tamanho do texto Aa Aa

Ovos tóxicos preocupam da Alemanha.

O ministro germânico da Agricultura está descontente por as autoridades belgas terem avisado os parceiros europeus apenas em julho, um mês depois terem detetado fipronil, numa remessa de ovos procedentes da Holanda.


A Agência Federal de Segurança para a Cadeia Alimentar belga defende-se.

“Mantivemos isto em segredo durante as investigações. Percebemos que as pessoas tenham questões sobre a sua saúde. Tentamos informá-las. Assim que a investigação o permitir, prestaremos mais informações sobre o impacto na saúde”, afirma Katrien Stragier, da agência.

As autoridades belgas afirmam que não há risco para a saúde dos consumidores, no entanto vários supermercados retiraram os ovos das prateleiras.

O líder do partido socialista, John Crombez, exige explicações do Governo. “Por que é que não soubemos isto antes? Há quanto tempo está a acontecer? Quantos ovos estão a ser vendidos? Eles disseram não há nada de errado mas os supermercados estão a tirá-los das prateleiras. Precisamos clareza e informações do Governo e da Agência Federal para a Alimentação, afirma.

As autoridades belgas e holandesas abriram investigações para determinar como é que o fepronil, um pesticida tóxico para os humanos, chegou aos ovos.