Última hora

Coreia do Norte diz que está pronta dar "uma lição" aos Estados Unidos

Regime de Pyongyang considera as sanções da ONU "uma violação da soberania" do país.

Em leitura:

Coreia do Norte diz que está pronta dar "uma lição" aos Estados Unidos

Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Norte considera as sanções da ONU “uma violação da soberania” do país. O regime de Pyongyang diz mesmo que está pronto dar “uma lição” aos Estados Unidos.
A reação foi divulgada esta segunda-feira pelo porta-voz norte-coreano na cimeira da Associação de Nações do Sudeste Asiático, que está a decorrer em Manila, nas Filipinas.

O regime de Pyongyang garantiu ainda que não haverá negociações sobre os programas nuclear e balístico enquanto exista a ameaça dos Estados Unidos.
Entretanto, o Japão apelou a uma mobilização de todos os países na região asiática. Taro Kono, ministro dos Negócios Estrangeiros do Japão afirmou que “é preciso sublinhar a necessidade de implementar de forma completa e estrita as resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, incluíndo as mais recentes e aumentar a pressão contra Pyongyang. Muitos dos países participantes deste encontro estão de acordo com o Japão”.

Já antes, o secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, tinha pedido a Pyongyang para suspender os ensaios de mísseis como primeiro passo para regressar à mesa das negociações.

As sanções impostas pela ONU podem vir a reduzir em um terço as receitas das exportações da Coreia do Norte. Se esta nova resolução da ONU for respeitada, deverá privar Pyongyang de receitas anuais na ordem dos mil milhões de dólares (cerca de 850 milhões de euros).