Última hora

Em leitura:

Dois manifestantes abatidos pela polícia em Nairobi


Quénia

Dois manifestantes abatidos pela polícia em Nairobi

Sinal claro de uma escalada de tensão no Quénia, a polícia abateu esta quarta-feira a tiro dois manifestantes no subúrbio de Mathare, em Nairobi.

Com as alegações de fraude nas eleições presidenciais realizadas na terça-feira como pano de fundo, um grande dispositivo policial foi enviado para restabelecer a ordem no terreno onde um grupo de residentes bloqueou, em protesto, ruas com pedras e fogueiras.

O líder da coligação Super Aliança Nacional (NASA), Raila Odinga, alega que o sistema informático da Comissão Eleitoral foi pirateado: “Os resultados da eleição presidencial são uma completa fraude, baseada num multiplicador que deu a Uhuru Kenyatta, de maneira fraudulenta, votos que não foram expressos.”

A comissão eleitoral queniana, por outro lado, fala numa votação “livre e justa” ao mesmo tempo que promete averiguar as denúncias.

“Teremos o nosso próprio sistema investigativo. Apresentaremos uma metodologia usada para determinar se as reivindicações são ou não corretas”, disse, Wafula Chebukati, presidente da comissão eleitoral.

Os resultados preliminares divulgados no website da comissão apontam para uma vitória do Presidente cessante, Uhuru Kenyatta, com 54,57% dos votos contra 44,58% para Odinga, na oposição, que tenta ser eleito pela quarta vez.