Última hora

Chamas voltam a ameaçar casas em Portugal

Há registo de seis feridos, cinco bombeiros e um civil.

Em leitura:

Chamas voltam a ameaçar casas em Portugal

Tamanho do texto Aa Aa

As chamas voltaram a ameaçar habitações, em Portugal.

Na madrugada de quinta-feira as labaredas não davam descanso a bombeiros e civis em Paredes, no distrito de Vila Real. O incêndio lavra desde quarta-feira à tarde e reduziu a cinzas parte da Serra do Alvão.

Há registo de seis feridos, cinco bombeiros e um civil. Todos com ferimentos ligeiros por inalação de fumo, quedas ou queimaduras ligeiras.

Mais de quatro centenas de operacionais, apoiados por mais de 130 meios terrestres e aéreos tentam debelar o fogo, que chegou a ter três frentes ativas.

Mais a sul, a Autoestrada do Norte teve de ser cortada ao trânsito nos dois sentidos, ao início da tarde, entre os nós de acesso a Coimbra Norte e à Mealhada, devido a um incêndio florestal que deflagrou na zona de Barcouço.


Em Abrantes, as chamas já destruíram uma casa desabitada e um armazém agrícola. Ao início da tarde desta quinta-feira, as labaredas chegaram a ameaçar as habitações de Aldeia do Mato, apesar dos esforços de mais de meio milhar de bombeiros e de mais de 160 meios terrestres e aéreos.

Devido ao agravamento das condições meteorológicas, com tempo muito seco e vento de leste, a Proteção Civil colocou, até sexta-feira, todos os distritos de Portugal Continental em alerta laranja, o segundo mais grave, devido a riscos de incêndios.