Última hora

Última hora

"Clash": um retrato da revolução egípcia em estreia portuguesa

Em leitura:

"Clash": um retrato da revolução egípcia em estreia portuguesa

Tamanho do texto Aa Aa

Um filme de ação sobre a revolução egípcia é a nova proposta de Mohamed Diab.

A obra mais recente do realizador egípcio estreia esta semana em Portugal.

“Clash” passa-se no interior de um veículo militar. Dentro da viatura encontram-se membros da Irmandade Muçulmana, revolucionários e até apoiantes dos militares.

Será que os detidos vão conciliar as diferenças para conseguirem sobreviver? É uma das questões colocadas pelo filme.

A Euronews entrevistou o realizador egípcio, no ano passado, em Cannes, logo depois de “Clash” ter ganho o prémio “Un certain Regard”.

“O que se passa no Egito? É a questão que colocamos no final do filme. Será que essas pessoas vão sobreviver? Não tenho resposta, mas sinto-me magoado. Acreditei por momentos que estávamos a chegar a algum lado, mas, agora, sinto que andámos para trás, em relação à sociedade que tínhamos antes da revolução”, contou Mohamed Diab na entrevista realizada durante a edição 2016 do Festival de Cannes.

Mais sobre Cult