Última hora

Pyongyang classifica Trump como alguém "desprovido de razão"

Para a Coreia do Norte, o presidente Trump "só entende a linguagem da força"

Em leitura:

Pyongyang classifica Trump como alguém "desprovido de razão"

Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Norte disse que o Presidente norte-americano, Donald Trump, é “desprovido de razão” e que só funciona com a força.

“Não é possível um diálogo sensato com alguém desprovido de razão e só a força absoluta funciona com ele”, afirmou o general Kim Rak Gyom, citado pela agência de notícias KCNA.

Esta posição surge horas depois de Donald Trump ter feito um aviso ao líder norte-coreano Kim Jong-Un, afirmando que os Estados Unidos irão responder a Pyongyang com “fogo e fúria” depois de terem sido divulgados novos desenvolvimentos da capacidade militar da Coreia do Norte.

Entretanto, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, está preocupado com “o aumento da retórica de confrontação” em torno da Coreia do Norte e apela à redução do clima de tensão.

Ameaças de Trump no Twitter

Numa nova mensagem na rede social de mensagens Twitter, Trump assegurou que o arsenal nuclear dos Estados Unidos “é o mais poderoso e forte de sempre”.

O contexto da crise com a Coreia do Norte ganhou contornos mais graves após a publicação, também na terça-feira, de novas informações que dão conta dos progressos militares norte-coreanos.

Um relatório classificado elaborado por peritos dos serviços de inteligência do Departamento de Defesa indicou que a Coreia do Norte terá conseguido diminuir suficientemente a dimensão de uma bomba nuclear de forma a conseguir incorporar o engenho num dos seus mísseis intercontinentais.

Pyongyang testou engenhos nucleares e conseguiu realizar dois lançamentos de mísseis balísticos intercontinentais. A capacidade dos norte-coreanos de colocarem uma bomba nuclear num desses engenhos era uma dúvida que ainda permanecia.