This content is not available in your region

Chamas não dão tréguas

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Chamas não dão tréguas

<p>Mais de quatro mil bombeiros combatem os incêndios que assolam grande parte do território de Portugal continental. </p> <p>Segundo a Proteção Civil, apenas três distritos não estão à mercê das labaredas.</p> <p>Ao início da noite, registavam-se mais de uma dezena de incêndios por controlar. Ferreira do Zêzere mostrava ser a situação mais complicada. </p> <p>Segundo Patrícia Gaspar, “estamos neste momento a viver uma situação complexa no incêndio de Ferreira do Zêzere que passou já para o distrito de Castelo Branco, em concreto para a área de Vila de Rei”.</p> <p>A adjunta nacional de operações, adiantou ainda que este domingo deflagraram 176 incêndios, em Portugal.</p> <p><iframe src="https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2F299348498182%2Fvideos%2F10155201976978183%2F&show_text=0&width=560" width="560" height="315" style="border:none;overflow:hidden" scrolling="no" frameborder="0" allowTransparency="true" allowFullScreen="true"></iframe></p> <p>As situações mais preocupantes são, ferreira do Zêzere, Vila de Rei, Parada de Pinhão, no distrito de Vila Real, Carvalhosas, em Coimbra, Mealhada, em Aveiro e Louriçal do Campo, em Castelo Branco que já se alastrou ao concelho do Fundão.</p> <p>Patrícia Gaspar informou ainda que várias aldeias, em todo o país tiveram de ser evacuadas.</p> <p>Portugal acionou o Mecanismo Europeu de Proteção Civil. </p> <p>De Espanha chegaram já três meios aéreos e três módulos terrestres de combate aos incêndios.</p> <p>Devido às elevadas temperaturas que se fazem sentir, o país permanece em “alerta laranja” devido ao elevado risco de fogos.</p>