Última hora

Venezuela responde a Trump

Nicolas Maduro responde com um "Vai para Casa", a Donald Trump.

Em leitura:

Venezuela responde a Trump

Tamanho do texto Aa Aa

Nicolas Maduro não gostou das ameaças feitas pelo presidente dos EUA, de “uma possível opção militar, se for necessário”, na Venezuela, e responde com um “Vai para Casa”, a Donald Trump.

A resposta do presidente venezuelano acontece três dias depois das ameaças do chefe de Estado norte-americano.

Washington impôs sanções contra o Presidente Maduro e outros altos responsáveis venezuelanos depois da instauração de uma Assembleia Nacional Constituinte que tem plenos poderes para fazer purgas institucionais e reordenar o Estado.

O vice-presidente dos Estados Unidos, na Colômbia, assegurou que Washington recusa-se a assistir à desintegração da Venezuela:

“O presidente Trump deixou muito claro que não vamos ficar parados enquanto a Venezuela cai numa ditadura. Não vamos ficar a ver a Venezuela desintegra-se. E é importante frisar, como o presidente disse, que o fracasso do Estado da Venezuela, ameaça a segurança e prosperidade do nosso hemisfério e os cidadãos dos Estados Unidos da América”, afirmou Mike Pence.

Cerca de 25.000 venezuelanos atravessam, todos os dias, a ponte Simón Bolívar para trabalhar ou comprar produtos no mercado negro. São cada vez mais os que o fazem para receber ajuda alimentar.