Última hora

Terrorismo em Barcelona: "Daesh" reivindica ataque que fez 13 mortos e 50 feridos

Autoridades espanholas classificam incidente como "atentado terrorista" e confirmam a detenção de um magrebino

Em leitura:

Terrorismo em Barcelona: "Daesh" reivindica ataque que fez 13 mortos e 50 feridos

Tamanho do texto Aa Aa

Grupo terrorista autoproclamado Estado Islâmico (“Daesh”/ ISIL) reivindica ataque com recurso a uma furgoneta em Barcelona, Espanha. Há pelo menos 13 mortos confirmados e mais de 50 feridos, na sequência do atropelamento coletivo nas Ramblas, no centro da capital da Catalunha.

Joaquim Forn, o Conselheiro do Interior da Catalunha (equivalente a ministro regional) confirmou o balanço de 13 mortos e mais de 50. A polícia classificou “um atentado terrorista.”

As autoridades revelaram a detenção de um suspeito de origem magrebina e desmentem qualquer situação de reféns num bar do centro da cidade. O suspeito foi identificado como Driss Oukabir, de 28 anos, marroquino, natural de Aghbala, residente legal em Espanha e já conhecido das autoridades, tendo estado preso em Figueres e sido libertado em 2012.






[Em atualização]