Última hora

Serra Leoa organiza ajuda aos sobreviventes do deslizamento de terras na capital

Serra Leoa organiza ajuda aos sobreviventes do deslizamento de terras na capital. Falta água potável, o Programa Mundial de Alimentação da ONU está a distribuir assistência alimentar

Em leitura:

Serra Leoa organiza ajuda aos sobreviventes do deslizamento de terras na capital

Tamanho do texto Aa Aa

Faltam alimentos e água potável em Freetown, a capital da Serra Leoa, depois do deslizamento de terras que na segunda-feira matou mais de 400 pessoas e destruiu habitações, fazendo mais de dois mil deslocados. As equipas de resgate continuam a procurar mais de 600 pessoas desaparecidas, enquanto o governo coordena planos de ajuda aos sobreviventes:

“O principal desafio que enfrentamos na comunidade que vive ao longo do rio, é que as pessoas bebem água contaminada dos poços nas margens do rio. Tentamos impedir estas pessoas de recorrer a esta água”, disse o responsável pela operação de resgate, capitão Dak Sesay.

Funcionários do governo registam as pessoas afetadas, elaborando a lista de sobreviventes que será entregues às organizações de ajuda humanitária.

O Programa Mundial de Alimentação da ONU está a distribuir assistência alimentar a 7,5 mil pessoas. A ajuda será fornecida aos sobreviventes, às famílias que os abrigam e às equipas de resgate.