This content is not available in your region

Comissários nacionais da oposição angolana distanciam-se de resultados provisórios

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Comissários nacionais da oposição angolana distanciam-se de resultados provisórios

<p>Os votos contam-se agora em Angola, mas os comissários nacionais dos partidos da oposição <span class="caps">UNITA</span> e <span class="caps">CASA</span>-CE distanciam-se dos primeiros resultados apresentados esta quinta-feira pela comissão nacional eleitoral e que dão vitória ao <span class="caps">MPLA</span>.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="pt" dir="ltr">Comissários da Comissão Nacional Eleitoral demarcam-se dos resultados <a href="https://t.co/tT29G4IkjV">https://t.co/tT29G4IkjV</a></p>— Público (@Publico) <a href="https://twitter.com/Publico/status/900858660343226369">August 24, 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>Os representantes da União Nacional para a Independência Total de Angola, a quem a <span class="caps">CNE</span> dava 24% de votos, e da Convergência Ampla de Salvação de Angola – Coligação Eleitoral, que tinha 8 e meio por cento, abaixo das expectativas, alegam que faltou cumprir leis e que não participaram na recolha dos dados que originaram os resultados provisórios, ao contrário do que está previsto. </p> <p>Em conferência de imprensa, anunciaram a sua não vinculação ao documento frisando que é o modo como foi produzido que contestam e não os resultados nele constantes. </p> <p>A taxa de abstenção, num universo de mais de 9 milhões de eleitores e também provisória, estava nos 23%.</p>