This content is not available in your region

Manifestações em Marrocos contra assédio sexual

Access to the comments Comentários
De  Nelson Pereira
Manifestações em Marrocos contra assédio sexual

<p>Várias centenas de marroquinos tomaram parte na quinta-feira, nas cidades de Casablanca e Rabat, em protestos contra a violência sexual da qual são vítimas as mulheres em espaços públicos.</p> <p>As manifestações seguem-se à recente agressão sexual de uma jovem de 26 anos por seis adoslecentes num autocarro público. Gravado em vídeo e divulgada nas redes sociais, o ataque provocou indignação na sociedade marroquina. </p> <p>“Esta questão diz-me respeito, eu poderia ter sido uma destas jovens, eu sou uma delas quando passeio pela rua”, disse uma das manifestantes, enquanto um homem denunciou a banalização do mal: “Existe um grave perigo atualmente: a trivialização destes crimes”.</p> <p>O assédio agressão sexual não é reconhecido pela legislação marroquina.</p> <p>Uma <a href="https://www.change.org/p/maire-de-casablanca-stopviol-message-au-roi-mohammed-vi-on-veut-plus-de-s%C3%A9curit%C3%A9-au-maroc-ed6abea4-1fb2-4cfd-9670-15a20a84803f?recruiter=144644885&utm_source=share_petition&utm_medium=twitter&utm_campaign=share_petition&utm_term=125086">petição</a> a circular na internet exige das autoridades medidas que garantam a segurança das mulheres, sublinhando também que os comentários de alguns homens nas redes sociais, acusando a mulher de provocar os agressores pela forma como estava vestida, mostram que é urgente um esforço de educação e sensibilização dirigido à população masculina. </p> <p>A polícia marroquina afirma que o ataque aconteceu há três meses.</p> <p>A vítima da agressão sofre de problemas mentais. O vídeo da agressão, com uma duração de 50 segundos, mostra que, apesar dos gritos da jovem, esta não foi ajudada pelo condutor nem por nenhum dos outros passageiros.</p> <p>Segundo as autoridades marroquinas, os seis adolescentes, com idades entre 15 e 17 anos, foram detidos na segunda-feira e estão sob investigação policial.</p> <p>Na sequência deste incidente, a marroquina vencedora do concurso Miss Beleza Árabe 2014, Fathima al-Zahra al-Jamali (Fati Jamali) <a href="http://english.alarabiya.net/en/News/north-africa/2017/08/24/Moroccan-beauty-queen-becomes-latest-vitcim-of-sexual-assault-.html">revelou</a> numa rede social que no dia 22 de agosto foi vítima de uma agressão sexual por parte de três homens, numa praia de Tânger, em plena luz do dia.</p>