Última hora

Protestos na Índia contra condenação de líder de seita religiosa

Protestos violentos, na Índia, contra a condenação do líder da seita religiosa Dera Sacha Sauda, acusado de ter violado duas jovens

Em leitura:

Protestos na Índia contra condenação de líder de seita religiosa

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos 30 pessoas morreram e centenas ficaram feridas, esta sexta-feira, na Índia, em protestos violentos contra a condenação do líder da seita religiosa Dera Sacha Sauda, acusado de ter violado duas jovens seguidoras.

O tribunal da cidade de Panchkula, no estado de Haryana, condenou Ram Rahim Singh a sete anos de prisão.

Assim que o veredicto foi anunciado, milhares de seguidores de Ram Rahim atacaram os jornallistas que cobriam o julgamento.

O guru enfrenta outro processo, por suspeita de envolvimento no assassinato, em 2002, de um jornalista que a seita acusava de ter divulgado a carta anónima enviada ao primeiro-ministro e que denunciava as violações.

Ram Rahim nega ambas as acusações.