This content is not available in your region

Filipe Nyusi diz que Maputo aprende a racionalizar melhor os recursos disponíveis

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Filipe Nyusi diz que Maputo aprende a racionalizar melhor os recursos disponíveis

<p>O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, diz que os cortes no apoio internacional ao país estão a afetar o <strong>Plano Quinquenal do Governo</strong>, assim como crescimento económico, obrigando a uma maior racionalização de recursos.</p> <p>Moçambique vive “um momento em que os seus investimentos estão condicionados às regras monetárias internacionais”, o que tem estado a “limitar as iniciativas de realização de muitos projetos em carteira”, disse <strong>Filipe Nyusi</strong>, num discurso por ocasião do almoço de Estado com o seu homólogo sul-africano, Jacob Zuma.</p> <p>O líder moçambicano disse ainda que as “adversidades” têm estado a servir de oportunidade para aprenderem a <strong>racionalizar melhor</strong> os recursos disponíveis.</p> <p>No plano político, o chefe de Estado moçambicano realçou o facto de estar a ser cumprida uma <strong>trégua</strong> por tempo indeterminado nos confrontos entre as <strong>Forças de Defesa e Segurança</strong> (<span class="caps">FDS</span>) moçambicanas e o braço armado da <strong>Resistência Nacional Moçambicana</strong> (Renamo).<br /> <br /> <strong>As dívidas escondidas</strong><br /> <br /> O grupo dos principais países e entidades doadores do Orçamento do Estado moçambicano e as instituições financeiras internacionais suspenderam o apoio na sequência da descoberta, em abril de <strong>2016</strong>, de dívidas avalizadas secretamente com <strong>garantias do Estado</strong> entre <strong>2013</strong> e <strong>2014</strong>.</p> <p>Os doadores condicionaram o reatamento da sua ajuda à realização de uma auditoria internacional.</p> <p>Um sumário do relatório da auditoria foi divulgado em <strong>junho</strong>, mas os doadores entendem que devem ser <strong>supridas lacunas de informação</strong> constantes do documento.</p> <p><strong>Com Lusa</strong></p>