Última hora

Cheshire já não arde

O fumo e a temperatura no navio britânico Cheshire diminuiram, permitindo à equipa de peritagem subir a bordo

Em leitura:

Cheshire já não arde

Tamanho do texto Aa Aa

Peritos holandeses e gibraltinos da companhia norte-americana Resolve Marine, especializada em resgates, contam subir este domingo ao navio britânico Cheshire, tendo sido verificado que o fumo e a temperatura a bordo diminuiram, segundo um comunicado divulgado pelo armador.

O navio encontra-se aproximadamente a 50 milhas náuticas a leste da Gran Canaria, rebocado pelo Red Sea Bos. A operação está a ser apoiada por equipas de salvamento espanholas.

Os técnicos estimam que a carga se encontre inaproveitável. O barco poderá ser levado para mais próximo da costa, se as autoridades autorizarem.

O navio, propriedade da companhia britânica Bibby Line Limited, sediada em Liverpool e Londres, fazia o trajeto entre a Noruega e a Tailândia, onde deveria descarregar o fertilizante que transportava, e deveria fazer uma breve paragem no porto de Las Palmas quando a carga começou a arder, no dia 16, alegadamente em consequência das altas temperaturas resgistadas na altura.

Os helicópteros da guarda costeira espanhola resgataram os 24 membros da tripulação, ameaçada pelos gases tóxicos libertados em consequência da subida de temperatura do nitrato de amónio a bordo.