This content is not available in your region

FARC: Da guerrilha para a política

Access to the comments Comentários
De  Euronews
FARC: Da guerrilha para a política

<p><a href="http://www.bbc.com/news/world-latin-america-36605769" title="FARC">As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia</a> – uma das mais antigas guerrilhas da América Latina – convertem-se em força política. <a href="https://www.lesechos.fr/monde/ameriques/010196657462-colombie-les-farc-en-congres-pour-preparer-leur-mouvement-politique-2109852.php">O congresso que define as linhas do novo partido começou este domingo em Bogotá</a></p> <p>Escreve-se uma nova página na história do país, que viveu mergulhado na violência durante várias décadas.</p> <p>O antigo comandante rebelde, Rodrigo Londono, cujo nome de guerra era “Timochenko” afirmou:<br /> “Temos grandes desafios pela frente e múltiplas dificuldades. Nada é fácil no mundo político, muito menos a atividade revolucionária. O regime e o sistema não estão feitos para nós, mas estamos integrados neles e dispostos a mudá-los”</p> <p>O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, que, com Raul Castro, foi o obreiro do acordo que levou à entrega das armas por parte das <span class="caps">FARC</span> congratulou-se com esta iniciativa e pediu a reconciliação</p> <p>Até quinta-feira, os 1200 delegados vão definir a linha política e o nome deste novo movimento político de esquerda. Para além disso, o congresso deverá nomear os candidatos às eleições de 2018. Para já, serão designados dez representantes – cinco deputados e cinco senadores – para o atual parlamento, que conta com 268 assentos.</p> <p>No final dos trabalhos, o partido será publicamente apresentado na Praça Bolívar, em Bogotá, onde se encontra a assembleia nacional e muito próximo do palácio presidencial.</p>