Última hora

'Brexit': UE pede mais clareza e seriedade a Londres

Em leitura:

'Brexit': UE pede mais clareza e seriedade a Londres

Tamanho do texto Aa Aa

A terceira ronda das negociações sobre a saída do Reino Unido da União Europeia iniciou-se esta segunda-feira, sob as críticas de Bruxelas aos atrasos e falta de clareza de Londres.

As rondas anteriores não permitiram encontrar um terreno de entendimento sobre temas como o futuro estatuto dos cidadãos europeus no Reino Unido, a fatura do ‘Brexit’ e a situação da fronteira irlandesa.

O chefe dos negociadores europeus, Michel Barnier, denunciou a ausência de propostas concretas sobre as modalidades de rotura.

“Temos que começar a negociar de forma séria, precisamos de documentos do Reino Unido que sejam claros de forma a podermos ter umas negociações construtivas e quanto mais cedo removermos a ambiguidade mais cedo vamos estar em posição de discutir a relação futura e o período transitório”.

Criticado por concentrar-se mais nos acordos comerciais do pós-Brexit do que no processo em si, o responsável britânico das negociações, David Davis, preferiu apelar a mais flexibilidade e imaginação para tentar cumprir o calendário de dois anos.

“Para o Reino Unido esta semana vai ser dedicada a avançar nas discussões técnicas sobre todos os temas, queremos bloquear os pontos em que concordamos e assinalar as áreas em que discordamos para continuar a avançar no conjunto dos temas. Mas para podermos fazer isto necessitamos de flexibilidade e de imaginação de ambas as partes”.

A nova ronda de negociações decorre até quinta-feira. As duas partes têm que encontrar um acordo antes da data limite de Março de 2019.