Os 65 anos da Federação Internacional de Judo em Budapeste

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Os 65 anos da Federação Internacional de Judo em Budapeste

<p>São 65 anos de arte e de luta. O judo é praticado em todo o mundo. A arte marcial nipónica é considerada como um desporto pelos japoneses desde o final do século <span class="caps">XIX</span>. </p> <p>Hoje em dia, a Federação Iinternacional de Judo agrupa cerca de 200 associações nacionais dos quatro cantos do Planeta.</p> <p>Para marcar mais de seis décadas de união, a <span class="caps">IJF</span> marcou encontro na Opera de Budapeste, na Hungria. </p> <p>Uma oportunidade para recordar bons momentos, mas também para olhar em frente.</p> <p>O italiano Franco Capelletti foi homenageado com um prémio pela carreira depois de décadas ao serviço do judo.</p> <p>Os grandes nomes do judo atual não foram esquecidos. Houve tempo, em Budapeste, para celebrar a presença da Kosovar Majlinda Kelmendi, melhor judoca feminina do ano, e Teddy Riner, francês da ilha da Guadalupe, melhor do ano das provas masculinas.</p> <p>Depois da gala, tempo para mais judo. Os Campeonatos do Mundo decorrem em Budapeste entre 28 de agosto e 3 de setembro. </p> <p>Portugal conta com 15judocas, entre os quais, Telma Monteiro, medalha de ouro no Rio, no ano passado. </p> <p>Pelos brasileiros, destaque para a presenca de Rafaela Silva, medalha de ouro nos Olimpicos de 2016.</p>