Última hora

Bélgica vai manter militares nas ruas pelo menos até 2020

Chefe das forças terrestres belga anuncia mudança de tática para evitar que soldados sejam alvos de ataques

Em leitura:

Bélgica vai manter militares nas ruas pelo menos até 2020

Tamanho do texto Aa Aa

A luta contra o terrorismo deverá levar o exército belga a permanecer nas ruas do país pelo menos até 2020.

O plano foi revelado ontem pelo novo chefe das forças terrestres do país que admitiu uma mudança de tática na presença militar para evitar que os soldados voltem a ser alvo de ataques.

Para o general Marc Thys:

“Constatámos que é preciso que o patrulhamento seja menos estático e mais imprevisível de forma a aumentar a segurança para que a vigilância possa ser mais eficiente. É nesta linha que vamos implementar algumas mudanças”.

Atualmente cerca de 1.200 soldados patrulham as ruas da Bélgica, à luz de um plano antiterrorista sucessivamente reforçado nos últimos três anos, quando o país mantém-se a um patamar do nível máximo de alerta terrorista.

A nova tática militar em zonas urbanas tem por objetivo evitar as dezenas de ataques que visaram nos últimos meses soldados em patrulha, na Bélgica, França e Reino Unido.