Última hora

Pressão da água em Roma reduzida face à seca

Em leitura:

Pressão da água em Roma reduzida face à seca

Tamanho do texto Aa Aa

Os serviços de abastecimento de água de Roma decidiram avançar com novas medidas de racionamento para fazer face à seca histórica que afeta este Verão uma grande parte de Itália. A partir do dia 1 de Setembro, fábricas e edifícios através da capital italiana verão reduzida a pressão da água durante o período noturno. A pluviosidade em Roma está, este ano, 70% abaixo da média e o problema é amplificado pela deterioração da rede de abastecimento, com perdas que chegam a atingir 40% da água que deveria chegar ao consumidor.

Numa entrevista telefónica à euronews, o presidente da associação de consumidores italianos Codacons, Carlo Rienzi, afirmou que “as 1300 reparações [anunciadas pela companhia de abastecimento Acea] não são nada. Já existe uma ação em tribunal contra a Acea e [a Codacons] vai avançar com uma ação civil […] contra a empresa e todos os seus acionistas”. Questionado sobre o custo da ineficiência da rede de abastecimento de água para os consumidores, Rienzi diz que “é de 200 a 250 euros por ano e por família”.