Última hora

À procura de Maëlys de Araújo

A procuradora de Bourgoin-Jallieu, Dietlind Baudoin, garantiu que "todos os cenários" continuam sob investigação e que a "pista criminal não está descartada".

Em leitura:

À procura de Maëlys de Araújo

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades francesas reforçaram, esta quarta-feira, o efetivo de agentes que procuram por Maëlys de Araújo. A menina lusodescendente, de nove anos, desapareceu, no domingo de madrugada, de uma festa de casamento em Pont-de-Beauvoisin, Isère, no sudeste de França.


As buscas foram retomadas pouco antes das 8 da manhã. Cerca de 150 agentes prometem “passar a pente fino” toda a região.

Na terça-feira, a procuradora de Bourgoin-Jallieu, Dietlind Baudoin, garantiu que “todos os cenários” continuam sob investigação e que a “pista criminal não está descartada”.